Como melhorar os resultados de MPE

Por que as MPEs fecham as portas quando prematuras?

As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) tem cada vez mais maior participação na economia brasileira. Elas aumentam, a cada ano, em número e influência no PIB brasileiro. Entretanto, ao mesmo tempo, a maioria delas não se estabiliza e fecha as portas em menos de 5 anos de vida. O que queremos entender é o porque que esse fenômeno acontece e como alavancar seus resultados.

 

A atuação das MPEs

 

Entre os anos de 2001 e 2011 pudemos observar um ‘boom’ nos números de MPEs e na produção do PIB gerada por elas. Em valores da época, ela saltou de 144 bilhões de reais para 599 bilhões. Hoje, são 8.9 milhões de MPEs. Representam 27% do PIB brasileiro. São responsáveis por 40% dos salários pagos no Brasil. Empregam 52% das pessoas com carteira assinada.  

 

Percebemos que as Micro e Pequenas empresas tem papel chave na economia do país hoje em dia. Elas são a mais importante força capaz de moldar a economia do Brasil, atuando principalmente em atividades de comercio e prestação de serviços. Mas afinal, quais são as principais dificuldades enfrentadas por elas e como podemos ajudá-las a melhorar seus resultados ?

 

Dificuldades enfrentadas pelas MPEs:

 

Temos uma grande preocupação em relação ao sucesso das MPEs no Brasil. A cada 100 MPEs, 31 fecham as portas antes de completar um ano. 60 fecham antes dos 5 anos. Concluímos que apenas 9 delas sobrevivem por mais de 5 anos no Brasil.

Um estudo da SEBRAE em 2004 mostra as principais dificuldades enfrentados pelas MPEs. Ele nos fez entender um pouco mais sobre os fatores que influenciam os números preocupantes ditos acima.

 

Dificuldades das MPEs no Brasil

 

Percebemos então, ao ler o mesmo estudo, as principais causas do mal desempenho das MPEs. Pudemos também pensar em soluções para esses problemas.

  1. A maior parte das MPEs não conhecem o mercado que estão inseridas. A partir do domínio desse conhecimento é possível gastar esforços para vender o produto para clientes que tem a maior possibilidade de compra sobre ele. Portanto, os gastos e esforços com o marketing são direcionados para o público alvo e a conversão de vendas aumenta. No texto Como o Plano de Marketing pode salvar a sua empresa vamos discutir um pouco mais a fundo essa questão. 
  2. Falta de conhecimento sobre estratégias de vendas. A fim de aumentar o número de clientes é muito importante entender a melhor maneira para vender para seu público alvo. Conhecendo diversas estratégias é possível escolher aquela que será mais eficaz para a venda de um produto. Essa técnica poupa esforços e gera ótimos resultados.
  3. Dificuldades em responder as mudanças do mercado entregando um diferencial. Sabemos que o mundo está em constante mudança. A maioria das empresas conseguem responder a elas. Entretanto, a principal dificuldade é entregar um diferencial nesse ambiente de mudança. Uma tática utilizada em grandes empresas como a 3M é, além de dar mais autonomia aos funcionários, incentivá-los a usar sua criatividade para solucionar problemas. Assim, durante o seu tempo de trabalho, há incentivo de horas que devem ser gastos pensando em inovações para seus produtos. Em MPEs, esses diferenciais podem ser tanto tecnológicos, como menor preço ou diferenças de funcionalidade.
  4. Problemas financeiros. Muitas empresas sentem dificuldade financeira quando estão começando. Algumas ainda sentem a mesma dificuldade em relação a seu controle de caixa durante o seu funcionamento. Podemos solucionar esse problema com um maior controle financeiro da empresa, utilizando produtos como uma planilha financeira mais detalhada.É de extrema importante ter esse controle para que a MPEs saiba a melhor maneira de retenção de gasto quando há necessidade e entenda exatamente o fluxo financeiro de entrada e saída.
  5. Planejamento estratégico pouco definido. Muitas MPEs não possuem um propósito bem definido. Ou seja, não sabem responder a pergunta ‘por que existimos?’ e não implantam isso no core da empresa. Elas não sabem responder quais os principais valores que entregam a seus stakeholders (todos que estão ligados a empresa. São os sócios, parceiros, clientes, concorrentes e entre outros.). E não tem seus valores bem definidos. Tudo isso, pode gerar desalinhamento entre os funcionários e falta de motivação dos envolvidos na empresa. Percebemos que as empresas que duram mais tempo em posição de destaque, como a Johnson e Johnson, sabem responder exatamente essas perguntas. Além disso, elas implementam seus valores e propósito diariamente para todos os seus stakeholders.
  6. burocracia do país: Todos sabemos que no Brasil há uma grande burocracia quando se diz respeito a abrir e manter uma empresa. Há dificuldade no empréstimo de dinheiro para iniciar, seguido uma alta cobrança de impostos para se manter viva. O que temos que entender é que todas as MPEs estão envolvidas no mesmo cenário. Podemos nos espelhar naquelas de sucesso e utilizar técnicas para superar a burocracia a partir dos tópicos acima.
  7. Crise financeira. A crise financeira influência diretamente na diminuição de vendas. Isso porque em períodos de crise as pessoas diminuem os gastos e o comércio sofre diretamente com isso. Ainda sim, com melhores conhecimentos das dificuldades acima pode-se pensar em maneiras inteligentes de sair da crise.

Algumas maneiras de melhorar os resultados das MPEs:

Como vimos as MPEs tem papel fundamental na economia e desenvolvimento do país. Pensando nisso, gostaríamos de compartilhar algumas maneiras de alavancar os resultados de uma empresa:

  1. Consultoria: Já vimos quais são os 7 motivos para contratar uma consultoria Um projeto de consultoria pode alavancar diretamente o resultado das empresas. Ela traz uma visão externa de profissionais bem especializados que buscam solucionar os problemas enfrentados pelas empresas. Estes, muitas vezes, estão relacionados as principais dificuldades das MPEs descritas no texto.
  2. Benchmarking: Essa técnica consiste em trocar informações com empresas de sucesso. A partir da compreensão do modelo de gestão, técnicas de vendas e forma de inovação delas, é possível aplicar esses conhecimentos em nossas próprias empresas. Essa é uma tática muito usada em empresas de sucesso. Inclusive o Sam Walton, fundador da Wall Mart,  diz em relatos que ficava mais tempo em lojas de seus concorrentes entendendo as falhas e pontos positivos que em suas próprias lojas. Com o uso dessa técnica ele pode obter resultados brilhantes e fazer da sua rede de supermercados a maior dos EUA.
  3. Empowerment: Esse método é uma inovação relacionado a área de gestão de pessoas. Ele consiste em em criar ou fortalecer o poder decisório nas mãos de diversas pessoas da organização. Com isso, um maior número de membros pode participar ativamente das tomadas de decisão. Vemos como principal vantagem o engajamento de mais membros da companhia. Há liberdade para que mais pessoas se sintam autônomas, absorvam o valor da empresa, usem mais sua criatividade e crie laços com os valores da empresa, tendo o ´sentimento de dono´.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *